Artigos sobre cuidados com Idosos, dicas para o bem viver, receitas culinárias e reflexões sobre temas variados...

sexta-feira, 30 de setembro de 2011

ESCLEROSE MÚLTIPLA - o que é, a quem atinge, causa e tratamento

A esclerose múltipla é uma doença crônica que afeta o cérebro e cordão espinhal. Alguns dos sintomas são: sensações alteradas, deficiencia visual, franqueza muscular e depressão, bem como apresenta algumas dificuldades de fala e de coordenação. 
Em um ataque da doença, ocorre dificuldade de movimentar-se ou na mobilidade de uma forma geral, e em alguns casos, os mais severos, pode causar até a incapaciade.
A Esclerose múltipla afeta as células do cérebro e do cordão espinhal (os neurônios) que são responsáveis pela transmissão de informações captadas do meio ambiente para a pessoa. A partir destas informações se cria o raciocínio, o reflexo e a prórpia noção de subsistência humana, oportunizando ao cérebro o controle do corpo. Estas células tem uma camada de gordura - que chamamos de bainha de mielina - que as protegem e que ajudam a carregar com maior agilidade os sinais elétricos ou as informações recebidas, e é justamente nesta parte que a esclerose ataca, causando a destruição gradual desta camada e outros danos aos neuronios, tornado deficitária a rede de informações a serem transmitidas ao cerebro, assim como e o retorno do comando que o cérebro dá ao corpo. Alguns estudiosos acreditam que a esclerose é uma doença autoimune, uma vez que acreditam envolve o ataque do sistema imunológico ao sistema nervoso.
A doença se manifesta de formas diferentes e com sintomas novos, podendo aparecer lenta e progressivamente. O que causa realmente a doença continua sendo objeto de estudo, mas ainda sem definição.
Sabemos, no entanto, que até o momento, a Esclerose múltipla não tem cura, mas com as pesquisas e as novas tecnologias, não se descarta a possibilidade de que essa cura venha a ser encontrada.
Para quem pensa que esclerose é coisa só de gente velha, está enganado. Ela afeta principalmente adultos, mas normalmente se inicia entre os 20 e 40 anos, sendo que a maior incidência é em mulheres, isto é, afeta mais mulheres do que homens. Outra descoberta das pesquisas é de que a esclerose múltipla tem maior incidência em climas temperados do que em locais clima tropical.
O tratamento consiste na recuperação, após o ataque, para evitar novos ataques e a incapacidade.
É recomendado fisioterapia e psicoterapia, além de medicação como antivirais, que devem ser prescritos pelo médico após minuciosa avaliação.




Read More

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Danos provocados pelo calor excessivo

Quando ficamos expostos ao calor excessivo, nosso organismo tende a produzir mais calor que o normal. Embora o organismo tenha mecanismos de regulação da temperatura, com a exposição ao calor excessivo, o indivíduo pode desenvolver irritabilidade, sensação de fraqueza, depressão, uma certa dose de ansiedade e dificuldade de concentração.
Em casos mais graves pode ocorrer a desidratação, erupções na pele, cãimbras e outras alterações neurológicas, podendo também, dependendo da gravidade da situação, deixar sequelas permanentes.
É de suma importância o repouso em locais mais frescos e arejados durante as épocas de muito calor e é absolutamente necessário procurar manter o corpo refrescado, mesmo que seja necessário recorrer ao resfriamento dele.

A seguir, algumas providências que devem ser tomadas imediatamente após a manifestação da exaustão física:
- Colocar compressas de água fria no rosto e nos pulsos (evitar compressas com álcool);
- Expor o indivíduo à ventilação contínua; aplicar banhos de imersão em água fria, de preferência gelada;
- Colocar bolsas de gelo nas axilas e virilhas;
- Fazer hidratação via oral, com soro caseiro (em um copo de água filtrada ou fervida, colocar duas colheres de chá de açúcar e uma pitada de sal. Misturar bem);
- Oferecer-lhe alimentação leve; levá-lo ao médico na ocorrência de vômitos, tonturas, desmaios ou convulsões. Essa atitude é de vital importância para a sobrevivência do indivíduo.

A mortalidade da síncope pelo calor pode atingir até 50% das pessoas que se expõem ao calor excessivo e geralmente está associada à idade avançada, crianças e indivíduos com insuficiência orgânica grave.

Alguns cuidados básicos deverão ser tomados na exposição prolongada ao calor:

- Beber líquidos que contenham sais, com o intuito de repor a quantidade perdida durante a transpiração;
- Usar roupas de cor clara e tecidos leves que permitam que a transpiração seja evaporada e não fique retida no tecido;
-Evitar o uso de bebidas alcoólicas em excesso, assim como de alimentos de difícil digestão, que aumentam a função metabólica, levando o indivíduo a sentir-se mais sonolento e desatento;
- Realizar as atividades físicas de qualquer modalidade nos períodos de menor incidência solar e, conseqüentemente, de menor temperatura ambiente. Essas atividades deverão ser obrigatoriamente moderadas para as pessoas que não estejam condicionadas fisicamente;

Banhar-se sempre para diminuição da temperatura corporal, não esquecendo de molhar a cabeça. Como vivemos em um país tropical é importante nos protegermos do calor intenso e aos poucos condicionar nosso corpo às atividades físicas, como forma de prevenir possíveis danos físicos e funcionais.
Read More

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Doce sexta feira!

Hmmm, o doce de hoje é uma mousse de morangos que fica muito gostosa e é simples de fazer.

Ingredientes
300 g /2 xícaras (chá) de morangos picados
1 lata de leite condensado
1 lata de creme de leite
1 pacote de gelatina em pó incolor e sem sabor
suco de 1/2 limão
Modo de Preparo
 
1. Lave muito bem os morangos sob água corrente e retire as folhas. Numa tigela, deixe-os de molho por 10 minutos. Em seguida, retire os morangos sem escorrer a água, com cuidado para que as "sujeirinhas" fiquem no fundo da tigela.

2. Hidrate a gelatina com um pouco de água morna, seguindo as instruções da embalagem. Se for preciso, leve a gelatina ao banho-maria para dissolver.

3. Abra a lata de creme de leite e retire o soro. Coloque o creme de leite, o leite condensado, os morangos picados e o suco de limão no liquidificador e bata até obter um creme homogêneo. Em seguida, acrescente a gelatina dissolvida e bata rapidamente.

4. Retire a musse do liquidificador e distribua em tigelinhas individuais. Leve à geladeira por no mínimo 2 horas ou até que fique firme. Sirva gelada.
Read More

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Enxaquecas: diagnóstico, tratamento e prevenção

Diagnóstico

As enxaquecas são diagnosticadas com dados de história, ou seja, "ouvir o paciente". O exame físico e neurológico na enxaqueca é normal. Assim, história típica e exame físico normal sugerem enxaqueca.

Tratamento
O tratamento da enxaqueca tem três fases: início da dor, dor já instalada e prevenção.
Na crise aguda de enxaqueca é importante distinguir entre o início da dor e a dor já instalada. No início, a enxaqueca pode ser tratada com analgésicos e derivados do ergot. Na fase de dor instalada os analgésicos não agem tão bem. Nessa fase, os triptanos agem melhor. Entretanto, são medicamentos muito caros.

Prevenção
A prevenção de enxaqueca é possível com vários tipos de medicações. Medicamentos antidepressivos e beta bloqueadores têm sido preventivos nas enxaquecas em muitos pacientes. O paciente deve tomar o medicamento diariamente para impedir que a dor apareça. Não se sabe exatamente como agem os medicamentos para prevenir a enxaqueca, mas eles conseguem impedir o aparecimento da dor e são indicados para os pacientes com dores muito freqüentes e intensas.

Dores de cabeça tensionais
A dor de cabeça tensional ocorre quando os músculos da face, nuca, ou da base do crânio permanecem pressionados por longos períodos de tempo. Elas são mais comuns do que a enxaqueca, porém, mais fáceis de tratar.

Causas
Uma dor de cabeça tensional normalmente ocorre depois de um acontecimento estressante ou cansaço. A tensão então é traduzida ao desconforto físico muitas vezes com contração da musculatura cervical.
A dor de cabeça tensional também podem ser ocasionada por alterações nos olhos, pescoço, dentes, ou maxilar ou pela postura incorreta - especialmente quando se mantém a cabeça em um ângulo inadequado enquanto se lê, dirige, ou assiste televisão.

Sintomas
O principal sintoma dessas dores de cabeça é uma dor em pressão, que ocorre na região frontal da cabeça. Essa dor constante, porém de leve intensidade, ocorre em ambos os lados da cabeça.

Diagnósticos
A avaliação do disgnósico implica em uma revisão dos eventos que normalmente precedem as dores de cabeça, bem como um exame físico para afastar qualquer outra doença que poderia estar causando essas dores. Um exame psicológico pode ser conduzido também para detectar qualquer problema emocional que esteja contribuindo para as dores de cabeça.

Tratamento
Normalmente o tratamento começa com a eliminação da tensão ou corrigindo problemas físicos que estão causando as dores de cabeça. Os analgésicos, relaxantes musculares, e tranqüilizantes podem ocasionalmente ser usados para tratar dores de cabeça de contração muscular. Além disso, medicamentos antidepressivos podem ser eficazes na prevenção de dores de cabeça naqueles indivíduos que sofrem regularmente com elas.

Read More

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Mousse de bombom

Você vai precisar de:

Creme branco
  • 6 gemas

  • 2 latas de leite condensado

  • a mesma medida de leite integral

  • ½ lata de creme de leite

  • Gotas de baunilha a gosto

  • 6 colheres (sopa) de rum


  • Chocolate
  • 1 xícara (chá) de leite

  • 10 colheres (sopa) de achocolatado em pó

  • 3 colheres (sopa) de rum (opcional)

  • 10 bombons picados


  • Cobertura:
  • 6 claras

  • 6 colheres (sopa) de açúcar

  • Suco de limão

  • ½ lata de creme de leite


  • Como fazer:
      Creme branco:
    1. Em uma panela misture todos os ingredientes, menos o rum
    2. Leve ao fogo moderado e deixe cozinhar, sem parar de mexer até mais ou menos 10 minutos
    3. Tire do fogo e deixe engrossar, amornar, acrescente o rum se desejar
    4. Misture e despeje em um refratário ou taça
    5. Reserve
      Chocolate:
    1. Misture o chocolate com o leite, o rum e os bombons picados
    2. Coloque sobre o creme reservado
      Cobertura:
    1. Bata as claras em neve com o açúcar e suco limão
    2. Misture com o creme de leite, coloque às colheradas sobre o creme de bombons picados com chocolate
    3. Leve para gelar.

    Read More

    Enxaquecas: Causas e Sintomas

    Uma teoria sobre a enxaqueca é que ela é causada por uma inflamação do nervo trigêmeo, que enerva a face e o couro cabeludo. A inflamação dos ramos nervosos irrita os vasos que se dilatam. A enxaqueca também tem relação com a serotonina, por isso a enxaqueca e a depressão andam sempre juntas.
    As mulheres são mais propensas a enxaquecas do que os homens, e uma certa personalidade do tipo - compulsiva, perfeccionista, e voltada ao sucesso - parece ser mais suscetível a ter enxaquecas. A enxaqueca ocorre junto com a depressão e a ansiedade.
    Causas


    Um número de fatores físicos e emocionais podem contribuir para as enxaquecas. As enxaquecas podem ser provocadas por uma redução aguda de ingestão de cafeína ou por alergias a certas comidas ou condimentos (entre eles chocolate, café, comidas gordurosas, álcool, frutas cítricas, glutamato monossódico, e nitratos).


    O estresse emocional também pode causar enxaquecas, assim como a bebida alcóolica, fumo, modificação na pressão barométrica, ou uma interrupção na rotina dos hábitos alimentares e do sono (todos os quais podem ser responsáveis pelas dores de cabeça "de fim de semana" de alguns pacientes que sofrem desse mal). Os fatores cíclicos, sazonais, ou emocionais também podem associar-se com a tendência para ter enxaquecas. Há um forte componente hereditário na enxaqueca. Muitas mulheres têm enxaquecas pré-menstruais, mostrando que a situação hormonal se associa à enxaqueca.
    Sintomas


    O sintoma predominante da enxaqueca é uma dor de forte intensidade, pulsátil, de um ou ambos os lados da cabeça. Palidez, transpiração, náusea, e sensibilidade à luz e ao barulho vêm junto com a dor.


    Uma sensação de aviso, ou aura, pode indicar uma enxaqueca chegando. Antes de começar a dor, algumas pessoas podem ver luzes brilhantes ou "estrelas cintilantes", e sensação de formigamento nos braços e nas pernas.
    Na próxima postagem, vamos focar mais alguns detalhes importantes sobre enxaquecas - diagnóstico, tratamento e prevenção.
    Read More

    terça-feira, 6 de setembro de 2011

    Entenda a dor de cabeça.

    Dor de cabeça é um sintoma, não uma doença. É raro uma dor de cabeça ser o sintoma de uma doença grave, mas dores de cabeça freqüentes e intensas podem ser exaustivas e afetar a vida cotidiana. A dor de cabeça mais comum é a cefaléia tensional, mas a que mais incomoda é a enxaqueca.

    Existem três tipos básicos de dores de cabeça. A dor de cabeça vascular ocorre quando os vasos sanguíneos no cérebro se dilatam e pressionam os nervos, causando dor.

    O segundo tipo é a dor de cabeça de contração muscular, que ocorre quando os músculos da face, nuca ou base do crânio ficam contraídos e pressionados. Uma dor de cabeça tensional é um exemplo de dor de cabeça de contração muscular. A enxaqueca e a dor de cabeça tensional são chamadas de primárias porque elas mesmas são a doença.
    O terceiro tipo é a dor de cabeça secundária, nesses casos a dor de cabeça é o resultado de uma infecção ou aumento da pressão dentro do cérebro. As causas variam de doenças relativamente simples, como a sinusite, até doenças mais graves, como os tumores cerebrais.

    Na próxima postagem a continuidade, explicaremos com mais detalhes os tipos de dor de cabeça, não deixe de ler.
    Read More

    sexta-feira, 2 de setembro de 2011

    Sexta-feira é dia de doce!

    nullPUDIM DE ABACAXI

    1 abacaxi médio ou grande
    6 xícaras de água
    1 xícara de açucar
     3 caixas de gelatina sabor abacaxi 
    1 lata de creme de leite sem soro

    Modo de fazer

    Pique o abacaxi em quadradinhos, coloque-o junto com a água e o açucar em uma panela e leve ao fogo baixo por 20 minutos, contados depois que começar a ferver. Tire do fogo e acrescente as 3 caixas de gelatina (o pó), mexendo sempre para misturar bem. Depois disso, coloque o creme de leite e continue mexendo para que dissolva bem. Coloque em uma forma de buraco no meio, deixe esfriar um pouco, leve à geladeira e desenforme somente no dia seguinte.
    O truque para desenformar é colocar a forma em uma travessa com água durante 5 minutos, para desgrudar.
    O que vai acontecer é que a gelatina vai se separar do creme e ficar na camada de baixo da fôrma portanto, quando você desenformar, o pudim terá uma bela "cobertura" de gelatina brilhante. Caso não se sinta com coragem para desenformar, (rsrsrs... pensei numa pessoa agora!) coloque num refratário transparente ou em taça grande, fica lindo!
    Read More

    terça-feira, 30 de agosto de 2011

    Estrias: o que é e como tratar.

    As estrias representam uma das principais preocupações das mulheres. Elas se formam devido ao rompimento das fibras elásticas da pele, formando uma lesão como se fosse um corte. Com o tempo, forma-se uma espécie de "cicatriz" no local. Nas mulheres, os principais locais de surgimento são as nádegas, o quadril, a região lombar, a barriga e os seios. Infelizmente, ainda não existe cura para as estrias, porém com os tratamentos disponíveis atualmente consegue-se suavizar, e muito, essas linhas que deformam a pele.
    Os fatores supostamente associados ao desenvolvimento das estrias são os seguintes:
    • Genética: a elasticidade e a resistência da pele são características herdadas. Se a mãe ou a avó apresentavam uma pele mais resistente e elástica, a chance de ter estrias diminui.
    • Alterações hormonais: os hormônios femininos podem levar a alterações das proteínas da pele, aumentando o risco.
    • Gravidez: caso não haja um controle adequado do peso. Os seios são um local muito comum de aparecimento.
    • Alterações de peso: o famoso "efeito sanfona" favorece o estiramento da pele, com conseqüente ruptura das fibras elásticas.
    • Uso de corticóides: são medicamentos antiinflamatórios. Eles parecem estar associados a redução da elasticidade da pele.
    • Musculação: nesse caso, os mais afetados são os homens. Quando exageram nos exercícios, o aumento muscular força as fibras, que se rompem.
    As estrias podem ser de dois tipos:
    1. Rosadas: são as estrias que se formaram mais recentemente, apresentando essa coloração devido ao rompimento dos vasos sanguíneos da região. Nessa fase, os tratamentos costumam fornecer resultados mais satisfatórios.
    2. Nacaradas: são as estrias antigas, nas quais já ocorreu a formação da fibrose (ou cicatriz). Nessa fase, elas são esbranquiçadas. Os tratamentos conseguem promover seu estreitamento ou atenuação.

    Antes de falarmos sobre o tratamento, é importante enfatizarmos o papel da prevenção, já que, mesmo com as terapias mais atuais, é impossível eliminar completamente as estrias. Assim, nada melhor que prevenir o surgimento de novas lesões. Porém, mesmo observando todas as recomendações, o risco ainda existe. Mas isso não deve desanimar você! Com certeza, o número e o tamanho das estrias será significativamente menor. As recomendações são as seguintes:
    • O principal é manter o corpo bem hidratado. Beba pelo menos 2 litros de água por dia e use um creme hidratante à base de água. Esses cremes devem ser ricos em emolientes à base de colágeno, elastina, lipossomas, alfa-hidróxiácidos, uréia, lactato de amônia e óleos vegetais. A melhor lubrificação melhora a resistência da pele contra a ruptura das fibras.
    • Usar sempre protetor solar.
    • Evitar oscilações muito grandes no peso.
    • Ativar a circulação da pele é importante, com jatos de ducha quente e fria alternados.
    • Evitar o uso de roupas apertadas e o tabagismo.
    • Praticar atividades físicas regularmente, mas com moderação.
    • Utilizar sutiãs adequados, pois ajudam a sustentar o peso dos seios.
    • Alimentar-se bem, ingerindo quantidades adequadas de frutas e vegetais frescos. A vitamina C presente nesses alimentos é um importante antioxidante e ajuda na formação das proteínas da pele.
    Existem várias técnicas eficientes contra as estrias, mas a maioria dos médicos recomenda a utilização de pelo menos duas delas em combinação. Os resultados são superiores aos conseguidos com uma técnica isolada. Uma exceção seria alguns casos de estrias recentes, quando o uso de apenas uma técnica pode ser bem eficaz.
    - Peeling (Esfoliação)
    O peeling químico utiliza substâncias que atuam levando à descamação da pele superficial, promovendo o crescimento de uma nova pele. Nas fases iniciais das estrias, o peeling com ácido retinóico pode ser usado com bons resultados, mas nas fases mais tardias recomenda-se o uso dos alfa-hidróxiácidos (também podem ser usados nas recentes). O tratamento é dividido em várias sessões, e pode causar os seguintes efeitos: ardência, coceira, descamação. É importante lembrar que durante o tratamento deve ser evitada a exposição ao sol.
    - Microdermatoabrasão
    Utiliza-se um aparelho capaz de esfoliar ("lixar") a pele, com uma ponta de cristal ou diamante. Ocorre a descamação da pele que recobre a estria, estimulando sua regeneração. Uma grande vantagem dessa técnica é que ela estimula também a produção da elastina, que é responsável pela firmeza e elasticidade da pele. Segundo alguns dermatologistas, essa técnica pode ser usada antes de outros procedimentos, como o peeling químico ou a intradermoterapia, pois facilita a penetração dos princípios ativos dessas últimas. O tratamento com a microdermatoabrasão é feito em algumas sessões, e os efeitos podem ser os mesmos que os obtidos com o peeling.
    - Intradermoterapia
    Consiste na injeção de substâncias, como o ácido glicólico, a vitamina C ou outras, que estimulam a formação de uma nova pele. A injeção é feita ao longo de toda a estria, com agulhas finíssimas, melhorando a circulação local e a produção de proteínas da pele. Consegue-se com isso a redução da altura e da espessura das estrias. São necessárias várias sessões, e a aplicação pode ser dolorosa. Assim como nos casos anteriores, a exposição ao sol deve ser evitada.
    - Micropunturação + Aplicação de enzimas
    Na primeira fase, é utilizado um aparelho próprio que promove a estimulação elétrica na região da estria. Essa estimulação modifica o formato das células, que passa a ser próximo do normal. Na segunda fase, são aplicadas algumas enzimas que fazem com que as células mantenham esse formato. Ao contrário dos tratamentos anteriores, nesse caso indica-se que a paciente exponha-se ao sol por pelo menos 20 minutos durante a semana, pois os raios ultravioleta estimulam a produção das células que fazem a coloração da pele. Com isso, há uma repigmentação da estria, fazendo com que a sua cor esbranquiçada fique próxima à da pele normal. São necessárias várias sessões, e não é indicado para indivíduos que já utilizaram as técnicas com ácidos.
    - Laserterapia Vascular
    A aplicação do laser leva à redução dos vasos sanguíneos nas estrias, reduzindo sua coloração arroxeada, rósea. Leva também ao aumento das proteínas da pele. São feitas várias sessões, com intervalo de 15 dias. Consegue-se atenuar bem a aparência da estria.
    - Laser CoolTouch
    Esse tipo de laser não promove a esfoliação da pele, mas age nas camadas profundas da pele estimulando a produção das proteínas da pele. São necessárias algumas sessões, que são rápidas e não causam ardência, vermelhidão e descamação. Também é utilizado no tratamento das rugas.
    - Subcisão
    Nessa técnica, introduz-se uma agulha grossa e com ponta cortante abaixo da estria, fazendo-se movimentos de vai-e-vem. Isso causa lesões no tecido, levando à formação de novas proteínas que vão preencher os locais onde elas faltavam. Esse tratamento leva à formação de manchas roxas, que representam saída de sangue dos vasos, o que é importante pois também estimula a produção dessas proteínas. Também é usado no tratamento da celulite.
    - Hidroxiapatita com metilcelulose
    É uma técnica nova e ainda pouco utilizada. Desenvolvida por brasileiros, consiste na injeção dessas substâncias na região da estria, fazendo com que os tecidos ao redor da mesma produzam mais proteínas que vão preencher o espaço morto. O tratamento é indolor e eficaz em até 90% dos casos. Não existem contra-indicações e os efeitos colaterais são mínimos, consistindo apenas em uma vermelhidão local nos dias seguintes à aplicação. São necessárias pelo menos 6 aplicações.
    Read More

    sexta-feira, 26 de agosto de 2011

    Sexta-feira é dia de doce!


    Gente, ja imaginaram, pra agora, na sua frente, um quindim, bem amarelinho, delicioso, brilhante,... hmmmm, que delícia... A receita de hoje não é de quindim!!!! É de quindão! Grandão, pra família toda, êba!

    Quindão

    Ingredientes
    4  ovos inteiros
    2 gemas
    400 g de açúcar
    1 coco, médio e ralado
    1 colher (sopa) de manteiga ou margarina

    Como Fazer
    1. Misture todos os ingredientes, cuidadosamente sem bater
    2. Coloque em uma forma (de preferência, com furo no meio) untada com manteiga e polvilhada com açúcar
    3. Pré-aqueça o forno e asse em banho  maria por 40 minutos ou até ficar dourado por cima
    4. Para retirar o quindão da forma, segure-o virado para baixo, ainda morno
    5. Solte a borda delicadamente, com uma faca fina
    Ótimo final de semana a todos! Beijos & Beijos.
    Read More

    Bons motivos para beber água

    Não existe vida sem água. Assim como a Terra, nosso corpo é formado por 70% desse líquido. Ele é responsável por conservar a nossa saúde, prevenir doenças e proteger o organismo contra o envelhecimento.

    Uma atitude tão simples como beber água é a maneira mais barata e eficaz de garantir a pele, as unhas e o cabelo maravilhosos. Quando o corpo está bem hidratado, isso se reflete na sua aparência. Os médicos recomendam a ingestão diária de 1,5 litro de água por dia para suprir as necessidades do organismo.
    Mas há pessoas que não conseguem beber água, muitas vezes por falta de hábito. Acabam substituindo-a por refrigerantes e outras bebidas açucaradas, que não fazem o mesmo efeito. Por isso, enumeramos sete bons motivos para você manter a saúde e ficar mais bonita se refrescando com água.
    1 Água emagrece
    As fibras presentes nas frutas incham em contato com a água, o que dá a sensação de saciedade ao corpo. Isso engana temporariamente o estômago, segurando a fome.
    2 Melhora a digestão
    A água ajuda a formar enzimas que promovem reações químicas no organismo. Ela também forma o suco gástrico e a saliva, que auxiliam na digestão.
    3 Controla a temperatura
    Durante os exercícios físicos ou quando faz muito calor, a água liberada pela transpiração reduz a temperatura do corpo.
    4 Diminui o inchaço
    Quando você está hidratada, o volume de sangue aumenta. As vitaminas e os minerais chegam mais rápido à pele, ao cabelo e às unhas. Com mais água em circulação, o organismo não retém muito sódio, responsável pelo inchaço.
    5 Previne a celulite
    As toxinas são expulsas do organismo pelo suor e pela urina. Com a ingestão diária de água, a circulação sangüínea melhora e, aliada à eliminação de toxinas, previne o aparecimento da celulite.
    6 Melhora a absorção de nutrientesUma boa hidratação garante o volume ideal de sangue para transportar os nutrientes (como a glicose e as vitaminas).
    7 Reduz infecçõesA água presente no sangue facilita o transporte de minerais como o ferro, que fortalece as defesas do organismo.

    Fonte http://planetasustentavel.abril.com.br/noticia/saude/conteudo_272413.shtml
    Read More

    sexta-feira, 19 de agosto de 2011

    SEXTA DOCE... DE NOVO!!! ÊBAAA... EU GOSTO!

    Para complementar a matéria postada na semana, sobre alimentos que ajudam a eliminar líquidos dos nosso organismo - e com ele as toxinas - hoje vamos deixar a receita de uma salada de frutas simples, fácil de fazer e muito saborosa! Bjs a todos e bom final de semana!!!

    SALADA DE FRUTAS

  • 2 mamões papaia pequenos

  • 1 laranja média

  • 5 bananas

  • 2 maçãs

  • 5 morangos maduros

  • 1 pêssego

  • 10 grãos de uva (qualquer variedade)

  • 1 caixa leite condensado

  • 10 cubos de gelo

  • 1/2 colher (sopa) canela em pó


  • COMO PREPARAR

    Pique todos os ingredientes a seu gosto. Sugiro que a laranja seja cortada em pedaços bem pequenos, ela solta melhor o suco. Se tiver mais alguma fruta que queira acrescentar, proceda da mesma que o fez com as outras. Coloque tudo em um recipiente fundo; junte o leite condensado, a canela e o gelo. Leve à geladeira por 30 minutos antes de servir. Para quem gosta, o creme de leite ou o chantily é ótimo para decorar a porção individual.
    Read More

    quarta-feira, 17 de agosto de 2011

    Nove alimentos que ajudam a não reter líquidos

    A retenção de líquido é um dos fatores que mais contribuem para o desconforto e o aumento de peso. Alguns alimentos têm propriedade diurética, ou seja, ajudam no funcionamento dos rins. Este órgão é, basicamente, beneficiado pela ingestão adequada de água e alimentos com alto teor do líquido.
    De acordo com a nutricionista Vanessa Naddaf, os rins são responsáveis por filtrar e eliminar as toxinas do organismo. O consumo de água e diuréticos estimula a produção da urina, garantindo essa eliminação com mais frequência.
    “Dê preferência o consumo destes produtos in natura (crus), na forma de sucos ou chás. Assim, a pessoa aproveitará todas as propriedades destes alimentos”, explica a nutricionista.
    Confira quais são os alimentos:
    Abacaxi: rico em vitaminas A, B, C, fósforo, cálcio, potássio e bromelaína. É indicado na má digestão, beneficia o aparelho urinário, a pressão arterial, artrite, bronquite, tosse e obesidade. A bromelaína é uma enzima presente no abacaxi que ajuda na digestão, e ainda pode ser eficaz para dissolver coágulos sanguíneos.
    - Coco: rico em vitaminas A, do complexo B (B1, B2, B5), vitamina C e sais minerais, como potássio, cálcio, fósforo, magnésio, sódio e cloro. Também é rico em fibras, proteínas, carboidrato e gorduras. São vários os benefícios que a água de coco nos proporciona. Ela ajuda a reduzir colesterol, reduz a pressão arterial, desidratação, diarréia, trata úlcera estomacal e depura o sangue.
    - Melancia: rica em vitaminas do complexo B, vitamina C, magnésio, cálcio, potássio, fósforo e betacaroteno. Ajuda a amenizar os sinais de envelhecimento, previne contra o câncer, auxilia na eliminação de acido úrico, além de limpar o estômago, intestino e obesidade.
    - Cenoura: estimula o metabolismo, carrega minerais, silício e potássio, que ajudam na eliminação dos excessos de líquidos no organismo;
    - Pepino: rico em ferro, enxofre, potássio, fósforo e betacaroteno. O pepino é diurético e ajuda a eliminar o excesso de acido úrico. É muito bom para a pele e o envelhecimento.
    - Salsa: rico em vitaminas A e C, a salsa é anticancerígena, alivia dores de estômago e ajuda na eliminação de gases. É diurético, elimina o excesso de líquidos, da celulite, inflamações das vias urinárias e cálculos renais. Ela também melhora os distúrbios menstruais, refresca o hálito e fortalece a estrutura do colágeno da pele.
    - Beterraba: rica em: açúcar, proteínas, fibras, vitaminas A, do complexo B, vitamina C e sais minerais como: ferro, zinco, sódio, potássio e magnésio. É muito boa para combater anemia, perda excessiva de líquidos e problemas de fígado.
    - Dente de leão: rico em ferro e cobre. Usado nos casos de diabetes, hemorróidas, gota, artrite, ajuda aliviar a retenção de líquidos e reduz a hipertensão arterial.
    - Melão: rico em vitaminas A, do complexo B, vitamina C, cálcio, magnésio, potássio, fósforo e betacaroteno. Ajuda na desintoxicação alimentar, males dos rins, é um hidratante, também auxilia contra a obesidade.
    Fonte: http://suadieta.uol.com.br
    Read More

    sexta-feira, 29 de julho de 2011

    VIDA A DOIS - especial de sexta

    A vida a dois é difícil. Quando as pessoas são bem jovens, ela pode destruir a ilusão de namoro eterno, com o desgaste do dia-a-dia. E quando as pessoas resolvem passar a viver a dois depois de uma certa idade, alguns hábitos se instalaram nelas e tudo o que é novo vem perturbar isso. Daí tantos choques.
     
     Daí casamentos que não dão certo quando o namoro caminhava maravilhosamente bem.
     
    Quando a gente sonha, nunca sonha problemas. Provavelmente é por isso mesmo que são chamados de sonhos. Quando se trata de amor, sonha-se com namoros, momentos a dois, uma harmonia perfeita. Mas chega a vida a dois... e dona realidade entra em cena.
     
    Ai!... dona realidade! A gente começa a ver o outro exatamente como é quando se levanta, quando se deita, quando está de mau-humor, cansado. A ilusão do perfeito vai se desfazendo aos poucos. De tanto ver o outro, não há mais espaço para a saudade. Tudo vira tão comum!...
     
    Quando atingimos um objetivo, deixamos de lutar por ele. Não passa pela nossa cabeça que é preciso, a cada dia, conservar essa conquista. Um namorado que vira esposo esquece-se do quanto é bom namorar, esquece-se que a Cinderela está ainda bem viva no interior daquela que seu coração escolheu. Uma namorada que vira esposa esquece-se muitas vezes que precisa estar bela para o seu querido.
     
    Cada qual consagra mais do seu tempo a outras coisas porque pensa que o que foi adquirido é definitivo. Mas não é. O amor, por mais forte que seja, se desgasta também. Viver a dois é viver a dois e não somente dormir a dois. Se cada um vai procurar satisfações em outros lados, a relação se termina.
    É preciso guardar-se um pouco para o outro. É preciso conservar um pouco de mistério, não ser tão comum. É preciso continuar namorando, mesmo se os meses e anos passam. É preciso não estar distante demais para que o outro perceba que pode escolher outros caminhos, nem junto demais para que o outro não se sufoque.
     
    É preciso muita maturidade para se viver essas situações. É preciso guardar-se de envolver as famílias nos problemas do casal.
    Se você se encontra numa situação assim e precisa conversar com alguém, tenha sabedoria para escolher essa pessoa. Pais e mães, com todo o amor e  respeito que devemos a eles, estão emocionalmente envolvidos demais para que possam ajudar e dificilmente não vão tomar partido, o que ao invés de ajudar, só atrapalha.
     
    O próprio nome diz: vida a dois. Problemas a dois. Soluções a dois. Porque a felicidade ou infelicidade é a dois também.
     
    E Deus, que é Pai dos dois, saberá dar orientação. É preciso, nesse caso, olhar para Ele, que sabe perfeitamente onde colar os pedaços e dar unidade onde nossos olhos humanos só vêm duas metades separadas e sangrando.
     
    (Autoria de Letícia Thompson)
    Read More

    quinta-feira, 21 de julho de 2011

    Riscos do Botox

    O uso de toxinas do botulismo, utilizadas no tradicional tratamento cosmético do Botox, expõe seus usuários a sérios efeitos colaterais que podem levar à morte, alertaram as autoridades sanitárias dos Estados Unidos, sem no entanto proibir sua comercialização.

    A agência federal de controle de medicamentos (Food and Drug Administration, FDA) “recebeu relatórios de reações adversas sistemáticas, entre elas, problemas respiratórios e a morte, após o uso da toxina do botulismo”, informou um comunicado da instituição.

    “As reações registradas são indicativas do botulismo, o que acontece quando a toxina do botulismo se espalha pelo corpo, além do local onde foi injetada”, segundo a FDA.

    Os efeitos secundários foram observados em pacientes crianças e adultos tratados com a toxina para combater condições diversas como espasmos nas pernas, pálpebras e pescoço, além da suavização das linhas de expressão do rosto ou excesso de sudorese.

    O relatório se soma a uma série de outros estudos da FDA sobre a segurança do tratamento com toxinas do botulismo, e foi divulgado duas semanas após o pedido de um grupo de defesa dos direitos do consumidor para que o Botox - toxina usada por milhões de pessoas em todo o mundo para “esticar” a pele - seja utilizado com advertências sanitárias mais severas.

    O grupo de defesa Public Citizen, fundado pelo ex-candidato à presidência dos EUA Ralph Nader, fez um apelo à FDA no mês passado para que “aumente imediatamente as advertências (...) sobre o uso da toxina do botulismo” devido às “sérias reações adversas, incluindo mortes, associadas a este tratamento”.

    O Public Citizen relata que, entre novembro de 1997 e dezembro de 2006, 16 pessoas morreram entre os 658 casos reportados de pacientes que “sofreram efeitos adversos após receber injeções da toxina do botulismo”.

    A FDA afirma, no entanto, que ainda “não concluiu se há uma relação causal entre os produtos derivados desta substância e as emergências ocorridas”, e que por isso “não está alertando os profissionais da saúde para que parem de prescrever estes produtos”.

    Veneno natural
    A toxina do botulismo é um veneno natural, 40 milhões de vezes mais poderoso que o cianureto, encontrado em alimentos em processo de decomposição.

    Injetadas superficialmente, pequenas doses da toxina paralisam o músculo e impedem sua contração por entre quatro e seis meses, o que é ideal para eliminar temporariamente rugas faciais. O problema é que pode ser fatal se atingir os músculos errados, como o coração.

    Atenção aos sinais
    Reações adversas foram registradas tanto em casos de uso aprovado quando em casos de uso não aprovado pela FDA, acrescentou a agência americana. Até que a FDA finalize a revisão, os médicos e pacientes devem ficar atentos para sinais de botulismo no corpo tais como fraqueza e dificuldade para engolir e respirar.

    A FDA está revendo os dados sobre segurança nos testes clínicos submetidos
    pelos fabricantes do Botox, do Botox Cosmetic e do Myobloc - afirmou o órgão em um comunicado divulgado pela internet.
    Veja mais em http://www.gazetanews.com/
    Read More

    segunda-feira, 18 de julho de 2011

    Ansiedade:é bom ou ruim?

    Primeiramente buscamos compreender como ela funciona, como nossa mente reage ao entrar em contato com novas situações ou com situações que nos trazem insegurança ou que não temos o controle. Sempre que isso acontece, fazemos suposições, mas não podemos afirmar que assim será. Acabamos por preferir o conforto do que ja conhecemos. Não conhecemos, nos causa desconforto que por sua vez gera a ansiedade. Mas, precisamos realmente controlar o desconhecido? Porque?
    O quadro de ansiedade tem início no momento em que sentimos-nos incapazes de controlar, sentimos que não temos as 'rédeas da situação'. A ansiedade pode vir a ser patológica. Tome cuidado para não deixar que isso aconteça
    Imagine-se no dia anterior a uma prova de concurso que você quer muito passar. Você está numa cidade que não conhece, precisa ir fazer a prova num local que nem sabe onde fica e para completar, tudo o que estudou parece que evaporou de sua memória. Você apenas acredita que o concurso seja sério e que seja computado de maneira correta, mas será? A dúvida pulsa dentro de você... O que fazer nestas horas? Como lidar com isso? Mas, e se... e se... muitos " e se..." e não chegamos a lugar algum.
    A todo este processo damos o nome de ansiedade. Como devemos agir numa situação como esta?


    PROCURE DESACELERAR A MENTE

    - Procure entender que quando um problema novo aparece, a solução não está na sua mente. Tampouco no seu pensamento. Está no fato em si. Quando for possível, analise o novo e busque entendê-lo. Aumente as informações e o conhecimento sobre ele.
    - Admita - e aceite! - que você não possui o controle de tudo e nem precisa disso. Abra mão da prepotência de suamente e entenda que não tem poderes para controlar tudo.
    -
    - Admita a possibilidade de perder. Perder faz parte da vida e nos ensina muito.
    - Aceite conviver com a insegurança quando ela surgir. Não queira se livrar dela, não tenha pressa. Quanto mais você aceitar conviver com a insegurança, mais calmamente ela irá embora e mais a sua mente se acalmará. Quanto mais rápido você tentar se livrar dela, mais ela se tornará ansiedade.
    - Reconhecida como especialidade médica, a acupuntura costuma ser uma boa aliada. Massagens terapêuticas, Shiatsu, Do-in e terapias alternativas como a dos Florais, Cromoterapia e Biodança também podem ajudar a desace-lerar.
    -Não tenha medo de usar expressões do tipo: "Seja o que Deus quiser", "Dane-se" ou "Estou preparado para o que der e vier".

    - Tenha a coragem de experimentar. Tente. Porque não? Pode dar certo.
     Concentre-se no seu objetivo e faça o melhor que estiver ao seu alcance.
    - Respire fundo pelo maior tempo que você for capaz. Isto ajuda a desacelerar fisiologicamente o cérebro e, por conseqüência, a mente.
    Read More

    sexta-feira, 15 de julho de 2011

    Doce sexta feira!!!

    A receita de hoje é a da moda!! Bolo de caneca de chocolate.

    INGREDIENTES:

    - 1 caneca (9 cm de altura x 8 cm de diâmetro, capacidade para 300mL)
     - Gema de 1 ovo grande
     - 4 colheres de sopa rasas de açúcar refinado
     - 1 colher de sopa rasa de manteiga
     - 4 colheres de sopa de iogurte light batido desnatado
    - 2 colheres de sopa rasas de chocolate em pó peneirado
     - 5 colheres de sopa rasas de farinha de trigo peneirada
     - 1 colher de café de fermento em pó
     - 1 clara batida em neve (bata à parte, com um garfo)

    MODO DE PREPARO:

    Coloque na caneca o ovo, o açúcar e a manteiga e bata bem com o auxílio de um garfo, até obter um creme. Acrescente o iogurte e o chocolate em pó e bata por mais algum tempo. Incorpore a farinha de trigo e o fermento e misture muito bem. Por fim, misture a clara em neve, delicadamente, e leve ao microondas por 3 minutos, na potência máxima. Deixe descansar por mais 3 minutos, sem abrir o microondas. Sirva imediatamente.
    Read More

    quinta-feira, 14 de julho de 2011

    Artrite e Artrose, conheça um pouco mais sobre elas.

    Artrite é uma inflamação das articulações (juntas) do joelho, punho, tornozelo, dedos, cotovelo, coluna vertebral.
    A artrose é um estágio mais avançado da artrite, nesta fase está iniciada a degeneração (destruição) dos tecidos das articulações. As artrites podem ser:
    - osteoartrite - ataca os ossos;
    - artrite reumática - ataca as articulações das mãos, braços, pés e pernas.

    A artrite pode ainda ser úmida ou seca, aguda ou crônica. Dizemos que é seca quando ocorre o ranger dos ossos nas juntas ou articulações e crônica, quando é de longa duração.

    Causas
    - uma das causas é a presença Rickéttsias dentro das células, que causam febre alta que deforma os ossos;
    - alimentação com excesso de produtos de origem animal, o que provoca o aumento do ácido úrico, o qual desencadeia as artrites e artroses;
    - alimentos industrializados, refinados, que perderam o magnésio, que tem a função de fixar o cálcio nos ossos;
    - mau funcionamento dos rins e das glândulas supra-renais, deixando escapar o ácido úrico para dentro do organismo;
    - focos de infecções no organismo que podem ser resultado de alimentação inadequada, venenos e toxinas;
    - falta de vitamina D e B6 e vitamina C;
    - muita proteína animal, muito café, chá preto e também bebidas alcoolicas provocam a artrite.
    - moluscos, siris, ostras, camarões, caranguejos, em excesso, são fortes causadores de artrites e artroses;
    - prisão de ventre prolongada;
    - fatores psicológicos também podem ser causas da doença.

    O que fazer?

    Aconselhamos as pesoas que suspeitam de possuírem a doença, a, sempre, procurar um médico para a realização de um diagnóstico preciso e tratamento eficaz. Para ajudar a aliviar, seguem algumas dicas:
    - aplicar argila misturada com o chá de cipó-mil-homens sobre as partes afetadas e deixar por 3 horas ou mais. Porém se a parte afetada estiver fria, aplica-se apenas argila morna ou quente, não fria. Pode-se aplicar diversas vezes ao dia em caso de crise;
    - fazer banho de vapor ou sauna diariamente;
    - evitar todos os alimentos que causam muito ácido úrico;
    - apanhar bastante sol, preferencialmente o da manhã, para poder captar a vitamina D;
    - para aplacar a dor pode-se fazer aplicações com bolsa de água quente;
    - ingerir alimentos que contenham vitamina B6;
    - alimentar-se durante algum tempo somente com alimentos crus dá bons resultados;
    - deve-se evitar carnes, queijos, ovos, especialmente miúdos de animais, frutos do mar, chocolate, chá preto, café, bebidas alcoolicas, ervilhas e feijões porque produzem muito ácido úrico.

    Lembre-se: Estas dicas podem auxiliar e não, por si só, tratar da doença. O tratamento deve ser feito com orientação médica e no caso de estar em tratamento, consulte seu médico antes de executar qualquer uma destas dicas.
    Boa saúde a todos.
    Read More

    sexta-feira, 8 de julho de 2011

    Dia de doce!

    Sabe aqueles dias que dá vontade de comer alguma coisa doce, mas a gente nao tem vontade de perder tanto tempo fazendo?
    Então, hoje a receita é de um pavê básico, fácil, prático e rápido.

    PAVÊ BÁSICO

  • 2 latas de leite condesado

  • 2 latas de creme de leite sem o soro geladas

  • 1 pacote de biscoito champagne

  • 3 colheres sopa de açucar

  • 1 litro de leite

  • 2 colheres sopa de maizena

  • 3 colheres de sopa de chocolate

  • 3 ovos

  • 3 colher margarina

  • 3 colher de café de essencia de baunilha ou da preferencia

  • 1 lata de refrigerante de guaraná


  • MODO DE FAZER

    Primeira camada:
    Leve ao fogo uma lata de leite condensado com duas gemas passadas na peneira com a essência e a margarina, deixe começar a soltar da panela desligue e coloque no pirex grande e alto, deixe esfriar

    Segunda camada:
    Molhe os biscoitos no refrigerante e arrume-os por cima da primeira camada, reserve

    Terceira camada:
    Leve o leite com a maizena já dissolvida e o chocolate ao fogo e deixe engrossar e desligue, arrume por cima da segunda camada, deixe esfriar bem

    Quarta camada:
    Bata as claras em neve, acrescente o açúcar aos poucos, coloque o creme de leite já gelado, bata so mais um pouquinho, desligue e acrescente por cima da terceira camada

    Leve a geladeira para que fique bem firme
    Se quiser acrescentar algum tipo de fruta, coloque por cima dos biscoitos
    Read More

    Continuando com a matéria sobre celulite: Tratamento

    A gordura acumulada em excesso é relativamente fácil de resolver se optar por um regime alimentar mais rigoroso, mas este tipo de gordura é fixa e, infelizmente, não há dieta que a consiga fazer desaparecer! É muito mais fácil impedir que a celulite se instale do que eliminá-la.
    Hoje em dia, temos ao nosso dispor vários tratamentos, mas a sua eficácia é, por vezes, dúbia. Como não existem fórmulas mágicas, tente não perder a sua capacidade de raciocínio; evite recorrer aos tratamentos que aparecem nos anúncios e ignore os produtos que enganosamente garantem resultados a curto prazo. Será muito mais prudente consultar um médico endocrinologista, de modo a seguir um tratamento adequado ao seu caso. Entretanto, conheça as terapias que são atualmente utilizadas para este problema.

    MASSAGENS
    A aplicação de massagens estimula a circulação sanguínea periférica e tonifica os músculos. Além disso, aumenta a atividade das trocas orgânicas, elimina as células mortas e tem uma ação calmante. As massagens devem ser sempre aplicadas com movimentos superficiais e suaves, porque se forem profundas e enérgicas corre-se o risco de quebrar fibras de tecido conjuntivo e piorar a situação.

    DRENAGEM LINFÁTICA
    Tratamento que consiste em fazer massagens (manuais ou mecânicas) nos locais correspondentes ao sistema linfático. Diz-se que desintoxica os tecidos, regenera as células e ajuda a eliminar a linfa acumulada.

    ULTRA·SONS
    Um aparelho emite vibrações sonoras de alta frequência que estimulam a circulação sanguínea, reduzem a espessura das partículas dos líquidos viscosos e dissolvem-nas.

    LASER
    Ativa a micro circulação da zona a tratar, aumenta a vascularização e permite uma melhor drenagem linfática e venosa.

    LIPOASPIRAÇÃO
    Esta técnica cirúrgica permite a sucção dos tecidos adiposos.
    É uma boa alternativa para o tratamento da celulite, mas ataca apenas os efeitos e não as suas causas. Necessita de tratamentos complementares para a obtenção de bons resultados.
    Créditos: http://www.medicoassistente.com/nutricao/celulite-diagnostico-e-tratamentos
    Read More

    quinta-feira, 7 de julho de 2011

    Celulite: Diagnóstico

    Para confirmar se tem celulite, basta fazer uma prega cutânea: aperte a pele entre os dedos indicadores e polegar. Se verificar nódulos na pele e sentir dores, então a celulite está instalada e é necessário combatê-la imediatamente. A celulite desenvolve-se e atinge quatro principais estados de evolução. Num estado
    primário, em que a ondulação da pele não é perceptível, dá-se um aumento do volume das células adiposas, devido à retenção de gorduras e de líquidos. Ainda não existe constrição dos vasos sanguíneos nem dor, mas pode verificar-se a formação de edemas e um ligeiro aumento da temperatura. Numa segunda fase, já existe constrição sanguínea e são perceptíveis alguns desníveis na pele. Apesar de ainda não existir dor, a zona afetada apresenta-se intumescida, quando sujeita ao toque. No estado seguinte, as irregularidades à superfície da pele começam a ser mais evidentes - adquire o aspecto característico de casca de laranja e a circulação sanguínea fica mais comprometida e começa a surgir a sensação de peso ou de cansaço nas pernas. Por fim, num estado avançado, a celulite instala-se completamente. Os líquidos retidos (linfa) endurecem e tornam-se mais viscosos, chegando mesmo a provocar a deformação dos tecidos de sustentação ( fibrose). Existe sensação de peso, mesmo sem esforço físico, e a pele fica com um aspecto acolchoado.
    Read More

    quarta-feira, 6 de julho de 2011

    Celulite. Quais são as causas?

    Não há, até agora, nenhuma explicação científica indiscutível que nos elucide sobre quais são as causas que fazem desencadear a celulite. No entanto, têm sido levantadas várias hipóteses e é possível que o seu aparecimento se deva a uma série de fatores.
    • Tudo indica que a causa principal da celulite seja uma deficiente circulação sanguínea, que afeta as trocas entre o sangue e as células. As toxinas que deviam ser eliminadas das células e do corpo - como seria normal - ficam retidas, originando a formação dos nódulos celulíticos.
    • Defende-se, também, que são os desequilíbrios das hormonas fcminü1as (estrogéneo e  progesterona) que fazem desencadear esta situação. Estas hormonas interferem no metabolismo dos lípidos e são elas que gerem a distribuição de gordura na barriga, quadris e coxas, para dar ao corpo um aspecto feminino. Existem determinadas fases na vida que são mais propícias ao aparecimento de celulite e parecem estar ligadas ao ciclo hormonal da mulher (o ciclo menstrual, a gravidez).
    • Uma outra tese é a de que existe uma predisposição genética que favorece o aparecimento desta inflamação.
    Constatou-se que as pessoas que têm familiares que sofrem deste problema, apresentam também elas tendência para vir a ter celulite.
    • Os problemas hepáticos podem causar distúrbios no metabolismo e favorecer a acumulação de gorduras, assim como alguns problemas do sistema nervoso e das próprias vias respiratórias.
    Perturbações psicológicas como a  ansiedade e o stress contribuem, em larga escala, para esta alteração física, bem como fatores ambientais (a poluição atmosférica pode causar problemas respiratórios, que impedem uma boa oxigenação das células, favorecendo a acumulação de toxinas nos tecidos).
    Uma alimentação pouco correta (comer excessivamente ou uma dieta rica em gorduras e açúcares) e uma vida sedentária, sem a necessária prática de exercício físico, também são fatores de extrema importância.
    Mas não ficam por aqui as causas prováveis para o aparecimento desta inflamação. O (mau) hábito de fumar, o uso da pílula anticoncepcional e horas de sono e de repouso insuficientes são também fatores que parecem ser responsáveis pelo aparecimento da celulite.
    Na próxima postagem falaremos sobre o diagnóstico.
    Read More

    segunda-feira, 4 de julho de 2011

    Apresentamos: ela... a inimiga das mulheres... a celulite!

    Hoje vamos saber um pouco mais sobre esta inimiga de todas as mulheres. Temida e odiada, sem exceção, todas queremos distância da celulite.
    Mas, o que é a celulite? Porque ela nos persegue? Tem jeito de eliminá-la?
    Vamos saber agora! Como o tema é extenso, vamos por partes...

    O que é?
    O termo celulite designa uma  inflamação nos tecidos subcutâneos.
    Contudo, não é exatamente de uma inflamação que as mulheres se queixam quando empregam este termo, mas sim de uma deposição de gordura subcutânea, com distorção do tecido conjuntivo de suporte. Quase todas as mulheres a desenvolvem, mais cedo ou mais tarde, de forma visível, mesmo aquelas que tentam, a todo o custo, manter o seu corpo magro e em forma. É mais comum aparecer no ventre, nas nádegas, nas ancas, nas coxas e, também, na face interior dos joelhos. Estima-se que, pelo menos, 8 em cada 10 mulheres - inclusive adolescentes - sofram deste problema.
    Porque aparece?
    A numerosa quantidade de células adiposas do nosso organismo são os depósitos de gordura.
    Situam-se entre a epiderme e o músculo e formam um tapete de gordura. A energia fica aí armazenada, para ser utilizada quando é necessária para satisfazer as nossas necessidades metabólicas.
    Quando há um equilíbrio entre as calorias ingeridas e as que são queimadas, esse tapete não é perceptível. Mas se, ao longo do tempo, a energia que adquirimos, através da alimentação, exceder constantemente aquela de que o organismo precisa, esses reservatórios começam a ficar cheios e aumentam de volume, alongando-se. As paredes que circundam os adipócitos são flexíveis, mas não extensíveis. É esta associação de nódulos muito redondos a compartimentos inalteráveis que, à superfície da pele, desenha o conhecido aspecto de casca de laranja, feito de concavidades e de protuberâncias. Na maioria dos casos, também há dificuldades na circulação dos vasos sanguíneos e linfáticos e derrames que complicam a situação.
    A celulite pode aparecer em pessoas com excesso de peso e obesas, mas também é comum em mulheres magras. É vulgar confundir-se esta inflamação com a gordura localizada, talvez porque ambas estão relacionadas com alterações nos tecidos gordos. No entanto, não têm as mesmas características, nem apresentam um aspecto idêntico. Enquanto a celulite resulta de alterações nos tecidos adiposos mais superficiais, junto à pele, a gordura localizada instala-se nos tecidos gordos mais profundos.


    Read More

    sexta-feira, 1 de julho de 2011

    Sexta feira é dia de doce!

    Hoje vi uma reportagem na tv, beeem cedinho, e me deu uma vontade de comer um doce que só tem no sul do Brasil, é a Cuca. Um tipo de doce, mistura de pão doce e bolo, com ou sem recheio que pode ser servido a qualquer hora do dia, como lanche, sobremesa, café da manhã... Por isso, hoje a receita é de

    CUCA ALEMÃ

  • 2 1/2 xicaras de farinha de trigo

  • 6 colheres de açúcar

  • 1 colher de fermento para pão

  • 2 colheres de manteiga sem sal

  • Raspas de limão

  • 250 ml de leite morno

  • 2 ovos

  • 1 pitada de sal


  • Cobertura
  • 1 xícara e 1/2 de farinha

  • 1 xícara e 1/2 de açúcar

  • 1 colher de chá canela em pó

  • 2 colheres de manteiga sem sal


  • Modo de fazer

    Misture o fermento com 1 colher de açúcar e metade do leite e deixe levedar por 30 minutos. Misture os outros ingredientes com o fermento e misture em uma tigela com a farinha, (a massa fica pegajosa).
    Farofa: Misture os ingredientes formando uma farofa.
    Coloque a massa em uma forma untada com auxílio de uma colher, deixe crescer, regue com a farofa e leve para assar por aproximadamente 30 minutos. Se quiser rechear pode colocar creme de chocolate, geléia de frutas ou outro doce de sua preferência em cima da massa, antes de deixar crescer, entre a massa e a farofa. Asse normalmente.
    Read More

    quinta-feira, 30 de junho de 2011

    Pele hidratada no inverno é essencial.

    Cuidados com a pele no inverno

     Neste inverno, é importante tomar muito cuidado com a pele. O vento gelado e o tempo seco podem deixar a pele desidratada e machucada. Veja algumas dicas de como manter a pele linda e macia nesse friozinho:

    Cuidados necessários

    Segundo a dermatologista Dra. Silvia Zimbres, no inverno a pele tende a desidratar mais, tanto pelo frio como pelo uso de água quente, mesmo as peles oleosas. Portanto, é bom usar hidratantes e continuar aplicando o protetor solar – não é porque não está calor que o sol não faz mal!

    Cremes indicados

    Antes de escolher qualquer creme, é bom verificar qual é o seu tipo de pele. A Dra. Silvia afirma que peles oleosas necessitam de hidratantes mais leves, enquanto peles mais secas pedem hidratantes mais cremosos. Se você quiser tirar as espinhas chatas e clarear manchas, o inverno é a época certa para isso. Fique ligada: não use nenhum produto sem a orientação do dermatologista. Todo cuidado é necessário! 

    Por que o inverno danifica a pele?

    Você deve se perguntar: mas por que no inverno temos que tomar um cuidado extra com nossa pele? Ainda segundo a Dra. Silvia, além do próprio frio fazer com que a pele perca muita água, também bebemos menos água e usamos água mais quente para lavar o rosto e tomar banho. Tudo isso faz com que removamos o manto lipídico (de gordura) de proteção da pele, deixando-a mais exposta. Sabendo disso, não se esqueça de tomar água, mesmo que não sinta sede – hidratação é superimportante em qualquer época do ano!

    Como ficar linda sem gastar muito?

    Para cuidar da pele e ficar sempre linda, não precisa gastar dinheiro. O importante é manter a pele limpa, sempre tirar a maquiagem do rosto, e lavar o rosto com água fria ou morna.  “Escolha um hidratante próprio para seu tipo de pele, lembrando que peles oleosas necessitam de produtos leves, oil free. Se o hidratante não tiver filtro solar, aplique a seguir o protetor solar, mesmo em dias frios ou chuvosos”, aconselha a dermatologista.

    Anotou tudo? Então cuide bem da sua pele, tome bastante água e não se esqueça do protetor solar. Você pode ter uma pele brilhante e sedosa - com certeza vai amar o resultado.
     
    Créditos a http://burguesinha-sa.blogspot.com/2011/06/cuidados-com-pele-no-inverno.html
    Read More

    sexta-feira, 17 de junho de 2011

    Doce sexta feira!!!

    Hoje me deu uma vontade de comer bolo, mas não um bolo qualquer, tem que ser dos bons! Por isso, divido com vocês a receita de um bolo maravilhoso!

    Bolo Gelado

  • 4 ovos

  • 2 xícaras de açúcar

  • 3 xícaras de farinha de trigo

  • 1 copo de suco de laranja ( 250ml)

  • 1 colher de sopa de fermento em pó


  • Para a cobertura

  • 1 garrafa pequena de leite de coco

  • 1 garrafa de leite ( utilize a mesma garrafa do leite de coco como medida)

  • 1 lata de leite condensado

  • 1 pacote de coco ralado sem açúcar


  • Como fazer

    Na batedeira bata as claras em neve. Acrescente o açúcar e bata por mais uns 3 minutos. Coloque as gemas, o trigo, o suco e continue batendo até formar uma massa homogênea; Por último adicione o fermento, bata por mais 40 segundos na menor velocidade da batedeira ou na mão, o que é mais indicado. Despeje a massa numa forma média e untada e polvilhada de farinha. Asse em forno pré-aquecido em temperatura média por aproximadamente 40 minutos ou até dourar. Faça o teste do palito. Enfie um palito no centro do bolo, se ele sair seco, seu bolo está pronto.

    Fazendo a cobertura

    Misture bem numa tigela o leite de coco, o leite e o leite condensado. Reserve. Assim que o bolo estiver assado, retire do forno e fure toda a sua superfície com garfo ou faca, assim a cobertura penetrará bem. Com o bolo ainda quente e já furado despeje a cobertura sobre ele. Salpique o coco ralado por cima. Leve à geladeira por aproximadamente 3 horas. Corte o bolo em quadradinhos do tamanho que preferir e embrulhe com papel alumínio. Conserve na geladeira. Dura até uma semana se estiver bem embrulhado.
    Read More

    terça-feira, 14 de junho de 2011

    Falando em colesterol... mais informações.

    Continuando a matéria postada na semana passada, voltamos com mais informações a respeito do colesterol.

    Taxas ideaisOs valores considerados ideais no sangue não são valores fixos, mas dependem dos fatores de risco, variando de caso para caso. Veja a seguir:

    Adultos saudáveis:
    Colesterol total até 200 mg/dl
    LDL menor que 160
    HDL acima de 40 (mulheres devem ter essa taxa acima de 50)

    Quem tem mais de dois fatores de risco (fumo, hipertensão, histórico familiar, obesidade):
    LDL abaixo de 130
    HDL acima de 45 (mulheres acima de 50)

    Pessoas com doenças coronarianas ou diabetes:
    LDL menor que 100
    HDL maior que 45 (mulheres acima de 50)

    Os níveis de colesterol podem ser aumentados por diversos fatores, como:

    Dieta: gordura saturada, trans e colesterol na comida aumentam os níveis de colesterol. Reduzir a quantidade de gordura saturada ou trans da dieta ajuda a diminuir o nível de colesterol.
    Peso: além de ser um fator de risco para o coração, estar acima do peso também pode aumentar seu colesterol. Perder peso ajuda a reduzir o LDL, os níveis totais de colesterol, triglicérides e ainda eleva a quantidade de HDL.
    Exercícios: a prática regular de exercícios reduz o LDL e aumenta o HDL. Tente se exercitar 30 minutos todos os dias. Caso tenha problemas de saúde, consulte seu médico para ver sua recomendação.
    Idade e sexo: conforme você envelhece, os níveis de colesterol sobem. Antes da menopausa, as mulheres tendem a ter níveis mais baixos de colesterol do que homens da mesma idade. Depois da menopausa, o colesterol da mulher sobe.
    Hereditariedade: Se algum membro ascendente de sua família tem os níveis de colesterol alterados, o cuidado deve ser redobrado.
    Estado médico: Algumas doenças podem levar à elevação do colesterol. É o caso do hipotireodismo, doenças do fígado e do rim.
    Medicamentos: alguns remédios, como esteróides e progesterona, podem elevar o mau colesterol e diminuir o bom.

    Como tratar o colesterol alto?
    O principal objetivo ao reduzir o colesterol é baixar o nível de LDL e elevar o HDL. Para isso, tenha uma dieta saudável, se exercite regularmente e mantenha um peso ideal. Algumas pessoas podem também precisar de medicação. Os médicos determinam o seu nível ideal de LDL a partir da sua propensão a ter doenças do coração.
    Read More

    sexta-feira, 10 de junho de 2011

    O DOCE DE SEXTA!

    Manjar Branco

    Ingredientes

    2 l de leite
    4 colh de maisena bem cheias
    1 vidro de leite de coco
    1 pacotinho de coco ralado
    2 copos americanos de açúcar




    Como fazer:
    Levar ao fogo o leite, o açúcar e a maisena até engrossar. Acrescente os outros igredientes e deixe cozinhar bem, para que pegue bem o gosto do coco. Coloque numa forma de sua preferencia. Depois de frio, desenforme e enfeite com ameixas. Você pode usar ameixa seca, fazendo uma calda com elas. Para a calda, use açúcar a seu gosto ou na mesma proporção da ameixa.
    Read More

    Colesterol... O vilão.

    Ele caiu na boca do povo como uma gordura, mas quimicamente é um álcool.
    A confusão tem razão de ser: ele só consegue circular pelo corpo grudado em moléculas chamadas lipoproteínas, que podem ser de dois tipos: LDL o famoso mau colesterol ou HDL (também chamado de bom) que retira o excesso de LDL do sangue.

    Como o colesterol provoca doenças?
    Quando há muito colesterol no sangue, ele se acumula nas paredes das artérias, levando à aterosclerose. As artérias ficam mais estreitas e o fluxo sanguíneo para o coração é bloqueado ou reduzido. O sangue carrega oxigênio para o coração e, se uma quantidade suficiente não consegue chegar lá, você pode ter dores no peito. Se o suprimento de sangue para uma parte do coração for totalmente bloqueado, a conseqüência é um ataque do coração.
    Existem duas formas mais comuns de colesterol: LDL, ou mau colesterol, e HDL, ou bom colesterol. Enquanto o LDL tem baixos níveis protéicos, o HDL tem elevadas quantidades de proteínas.
    LDL é a principal causa de placas de coagulação nas artérias. Já o HDL trabalha para retirar o colesterol do sangue.
    Triglicérides são outro tipo de gordura no sistema sanguíneo. Pesquisas recentes têm apontado que altos níveis de triglicérides também estão relacionados a doenças do coração.

    Quais são os sintomas do colesterol alto?
    O colesterol alto por si só não oferece nenhum sintoma, o que explica porque muitas pessoas nem sabem que estão com o colesterol elevado. É preciso descobrir qual o nível do seu colesterol, através de exame apropriado. Se estiver alto, é necessário que o médico prescreva uma medicação, ou em alguns casos, fazer uma reeducação alimentar para que se possa baixar os níveis, o que reduzirá o risco de desenvolver uma doença do coração.
    Na próxima postagem, daremos continuidade à matéria, não perca!
    Read More
    Mari Salete Oldoni. Tecnologia do Blogger.

    © VELHOS - IDOSOS IDOSOS, AllRightsReserved.

    Designed by ScreenWritersArena